Resenha + Promoção: A Falsa Princesa por Eilis O'Neal

13:22

Sinopse: Princesa e herdeira do trono de Thorvaldor, Nalia leva uma vida privilegiada na Corte. Mas, logo após seu aniversário de dezesseis anos, ela descobre que é uma falsa princesa e que foi colocada no lugar da verdadeira para protegê-la. Obrigada a deixar o palácio com pouco mais do que suas roupas, a garota, agora chamada de Sinda, terá de abandonar a cidade, seu melhor amigo, Kiernan, e a única vida que ela conhecia. Enviada para viver com a tia no interior, Sinda não se mostra capaz de executar nem a mais simples tarefa. Mas, para sua surpresa, ela descobre que uma intensa e perigosa magia corre por suas veias, e que ela jamais será apenas uma humilde camponesa. Sinda retorna à cidade em busca de respostas. Reencontra o garoto que se recusou a abandoná-la e desvenda segredos que podem mudar a história de Thorvaldor para sempre. Com uma trama surpreendente e uma aventura de tirar o fôlego, A falsa princesa é um grande romance de fantasia e uma história que encantará os leitores.


Título: A Falsa Princesa

Autor(a): Eilis O'Neal 
Páginas: 408
Editora: Farol Literário
Avaliação: 4/5

Não tinha ideia do que esperar quando comecei a leitura de A Falsa Princesa, já tinha ouvido comentários maravilhosos, mas não sabia muito sobre o enredo em si. Posso dizer que fui muito surpreendida, o livro foge completamente de tudo que eu já conheci sobre princesas, é ambientado em um mundo cheio de magia e tem uma protagonista forte e corajosa. Nem nas minhas melhores expectativas imaginei algo tão bom


Nalia é a princesa e hereira do trono de Thorvaldor, ou era isso que pensava até completar dezesseis anos. O Rei e a Rainha, que antes acreditavam ser seus pais, disseram que seu verdadeiro nome é Sinda, filha de um tintureiro que foi trocada pela verdadeira princesa quando eram bebês, já que o Oráculo previu que Nalia seria assassinada antes de completar dezesseis anos. Através de um feitiço que misturava suas essências, as duas viveram daquela maneira até que o perigo passou e Sinda foi mandada embora como se toda a vida, família e amigos que construiu em seus dezesseis anos não valesse para nada. Tirada da única realidade que conhecia e separada do seu melhor amigo, Kiernan, filho de um conde, Sinda é mandada para uma cidade do interior onde mora sua única parenta viva, a sua tia Varil.
Sua tia é uma mulher simples e dura, trabalha como tintureira e guarda um grande remorso da mãe de Sinda. A garota tenta arduamente, mas não consegue se adaptar a nova vida. Acostumada a ser boa com livros e pesquisas, ela não é boa na cozinha, com os trabalhos domésticos e muito menos como tintureira. Porém, depois de alguns acidentes, Sinda acaba percebendo que tem uma magia forte correndo em suas veias e que precisa ser canalizada de forma correta ou apresentaria perigo para ela e para quem estivesse por perto. Assim, Sinda acaba voltando para a capital, achando ajuda com uma maga excêntrica, ficando perto de seu melhor amigo e descobrindo que existem muitos mais mistérios na estória de Nalia do que qualquer um poderia imaginar.


Esse não é aquele tipo de livro que te conquista logo de cara, a autora vai te introduzindo naquele mundo e te apresentando aos personagens de forma gradual, até que você se vê fisgada e encantada pela estória de Sinda. A Eilis O'Neal criou um mundo totalmente diferente, cheio de personalidade e peculiaridades. É delicioso e encantador conhecer cada vez mais sobre os costumes e lendas de Thorvaldor, é tudo muito rico em detalhes, principalmente toda a realidade mágica desse mundo. Também é bem fácil de perceber o cuidado que a autora teve para criar as bases da sua estória já que, mesmo sem explorar muito esse aspecto, criou toda um história para o reino. Fiquei realmente impressionada com esse mundo de A Falsa Princesa e, mesmo o livro sendo único, estou torcendo para que a autora crie um spin-off para aproveitar mais tudo isso. 



A Sinda é uma protagonista incrível que cresce de forma absurda ao decorrer do livro. Ao ser tirada tudo que ela tinha e logo depois jogada em um realidade completamente diferente e difícil, a personagem mostrou sua força logo nos primeiros capítulos. E que força, mesmo quebrada e machucada, ela ainda consegue encontrar determinação para tentar ser reerguer e ser boa o suficiente. Um ponto muito positivo de sua personalidade é que ela tem consciência dos seus erros, mesmo quando faz burradas ela sabe e admite isso, tornando a personagem extremamente humana e real. 

Com o decorrer dos acontecimentos a Sinda começa a mostrar também muito da sua coragem, mesmo que muitas vezes ela deposite fé demais em si mesma. Entendo os motivos que levam a Sinda a querer resolver tudo sozinha, mas eu não deixo de pensar que tudo poderia ser mais fácil se ela contasse a alguém. Ao mesmo tempo que admirava a determinação, coragem e inteligência dela, também gritava de raiva por ser tão egoísta e guardar tudo para si mesma. Felizmente, ela tem Kiernan ao seu lado para colocar um pouco de racionalidade em sua cabeça.


Kiernan é um personagem que se torna especial desde o primeiro parágrafo. Ele é alegre, divertido, inteligente, ama se arriscar e é extremamente doce e gentil. É quase como se eu pudesse tocar o amor que ele sente por Sinda, seja como amigo ou como algo mais. Ele se importa com ela, cuida dela e é a única pessoa da sua antiga vida que não a abandonou, mas também tem a coragem de questionar suas decisões e bater de frente com ela quando se é necessário. A amizade deles é forte e bonita e o amor que cresce disso é muito real e sensível. 



Quando comecei a leitura imaginava que a estória trataria somente sobre Sinda, sua adaptação a nova vida e a descoberta de sua magia, mas eu não podia estar mais errada. Vai tudo muito mais além, o grande do conflito consiste em salvar o Reino que a traiu, mas que mesmo assim é tão importante para a garota. Todo esse jogo de mistérios, planos e missões arriscas me surpreendeu a cada página. Eu realmente não sabia o que esperar, que rumo que a autora tomaria, e fiquei muito feliz com suas escolhas. 



Os capítulos são longos e muitas passagens não possuem muitos diálogos, fazendo a leitura ser um pouco mais lenta. Confesso que tive um pouco de dificuldade no começo, mas assim que fui fisgada pela estória nem mesmo os capítulos longos me atrapalharam. A diagramação é simples, as folhas são amareladas e com uma fonte grande que facilita bastante a leitura; se têm erros de revisão eles passaram despercebidos por mim. Não era muito fã da capa, mas fiquei simplesmente apaixonada quando peguei o livro em mãos, simples e linda



A Falsa Princesa foi um livro que me surpreendeu e me levou para um mundo totalmente diferente, onde a pitada certa de fantasia se junta a uma protagonista incrível por sua determinação e força. Senti falta de uma conexão mais intensa com a estória, mas nem isso fez o livro ser menos que ótimo para mim. Não é algo que estou acostumada a ler, uma estória de princesas que não tem nada a ver com contos de fadas, mas que traz o melhor da magia e de um lugar onde existem Reis e Rainhas. Leitura obrigatória para quem gosta de fantasia, busca algo diferente e um livro que não faça parte de um série. Eilis O'Neal concretizou o que eu sempre achei: uma estória incrível não precisa de vários livros, pode ser igualmente boa tendo um começo, meio e fim em 400 páginas. 



* Livro cedido pela editora para a resenha. 

— Sinda — sussurrei. Esperei a palavra fazer algum sentido, preencher o espaço que ficou vazio quando a névoa dourada se dissipou. Mas o nome apenas desapareceu, não preencheu nada, perdeu-se no amplo Salão de Thorvaldor. 
Não tinha todas as minhas partes intactas, mas as que se quebraram incomodavam menos do que haviam incomodado em Treb, as arestas eram aparadas aos poucos, de forma que já não me cortavam mais com tanta frequência. 
Mas era como saber que você precisa de ar para respirar ou água quando está com sede. Eu sabia de alguma coisa, mas sem nunca pensar nisso, sem nunca realmente considerar o assunto. Tinha o coração de Kiernan por tanto tempo que me esquecera que estava li, guardado embaixo do meu próprio coração.


Promoção 

Em parceria com a Farol Literário o blog vai sortear um exemplar de A Falsa Princesa para um sortudo leitor do blog. O sorteio vai ser feito pelo Rafflecopter e as regar vão estar aí em baixo. Participem e boa sorte!
  • É obrigatório ter endereço de entrega no Brasil, mas nenhuma das opções são obrigatórias, e sim opcionais, vocês escolhem qual preencher. 
  • A promoção tem início hoje, dia 17/10 e termina dia 06/11. Vou comunicar o vencedor por e-mail e ele vai ter 48 horas para responder, caso o contrário farei um novo sorteio. O resultado sairá também NESSE post.
  • A entrega do livro fica por responsabilidade da editora, com prazo de até 45 dias.
  • Caso optem por marcar as opções de curtir no Facebook e seguir no Twitter vocês precisam ter contas desbloqueadas para que eu possa conferir. 
  • Comentários muito curtos ou genéricos NÃO serão aceitos. 

a Rafflecopter giveaway

You Might Also Like

5 comentários

  1. Participando com certeza. Achei legal a Sinda ser uma pessoas forte e determinada, nunca tinha ouvido falar desse livro, mas com certeza me chamou a atenção. O ruim são os capítulos longos, que me deixam...argh! Rsrsrs, parabéns pela resenha e pelo sorteio!

    Meu blog: http://blogliterariopalavrasaovento.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Confesso que não estava apostando nada nesse livro, mas sua resenha me fez querer dar uma chance p/ ele...rs, acho q é pq tem magia envolvida....kkkk

    Andy_Mon Petit POison

    ResponderExcluir
  3. Quando você diz que o livro demora um pouco pra conquistar, mas vale a pena, me lembrei de u livro que gostei muito esse ano: Seraphina. Adorei tanto o universo que a autora criou que terminei a leitura carente da continuação, que no caso existe. Tenho procurado desde então um outro livro assim, rs.
    Pela primeira vez me vi realmente tenta a ler esse livro Carol, muito obrigada.

    Beijos
    Fernanda - Leitora Incomum

    ResponderExcluir
  4. Tenho lido muitas resenhas positivas sobre esse livro e sua resenha me deixou com ainda mais vontade de lê-lo . Confesso que o fato de ser um livro único já me chamou a atenção e sendo uma história bem contada, fiquei mais interessada ainda!

    ResponderExcluir
  5. Patrícia (patriciagodoi@bol.com.br)2 de novembro de 2013 12:36

    Oi Carol! Ainda não conhecia o blog, encontrei ao procurar resenhas do livro e, a propósito, adorei a sua! Livros com poucos diálogos não me atraem tanto, mas nesse caso meu interesse pelo livro compensa esse fato. Adoro essas leituras que superam as expectativas e fogem daquela mesmice, com personagens inseguras e bobinhas...mal posso esperar para lê-lo!

    ResponderExcluir

curta no facebook

confira o último vídeo

Newsletter